cristo
cristo
O monumento foi confeccionado em partes, no atelier do artista em Salvador - BA, e transportado ao município em carretas

Em 26/10/2003 é inaugurado o Cristo de Esplanada, obra do artista plástico Félix Sampaio; a obra foi confeccionada por partes (8 módulos), técnica em fibra de poliéster com revestimento em gel coot. A execução desse monumento teve início em novembro de 2002 e sua inauguração em outubro de 2003. O monumento foi confeccionado em partes, no atelier do artista em Salvador - BA, e transportado ao município em carretas. A montagem teve duração de oito dias e foi usado um guindaste com elevação de 50 toneladas. Sua inauguração teve a participação do Padre Antônio Maria, Padres Capuchinhos, governo municipal, estadual e senadores. O monumento possui 29 metros de altura e é o 2º maior Cristo do Estado, ficando atrás apenas do Cristo de Mário Cravo, em Vitória da Conquista, com 33 metros de altura. O Cristo de Esplanada é também um dos maiores monumentos religiosos do Nordeste, maior que a estátua do Padre Cícero (em Juazeiro do Norte, CE) com 27 metros de altura; menor apenas que a estátua de São Francisco (Canindé, CE) com 30,25 metros, que a de Nossa Sra. de Fátima (Crato, CE) com 45 metros e que a de Sta. Rita De Cássia (Santa Cruz RN) com 56 metros, sendo esta, inclusive, a maior do mundo.

O monumento foi construído em homenagem aos frades capuchinhos, que em muito contribuíram com a formação do município e com a educação no início da fundação do povoado, e também em comemoração ao centenário da presença desses religiosos aqui!
Vários foram os benefícios trazidos pelos religiosos desde o início do século XX. O Monsenhor Zacarias Luz foi primeiro religioso a chegar aqui; fundou o Teatrinho “Juventus et Leticia”, o Grêmio da Igreja Matriz com os jovens, criou a Filarmônica 7 de setembro, realizou a 1ª comunhão de todas as crianças do Povoado, instalou o Apostolado de Oração, a Pia União das Filhas de Maria e a Confraria das Irmãs Cristãs, fundou o Abrigo Santo Antônio, no Timbó, deu a ideia de construir uma nova Matriz: em 1912 foi colocado a 1ª pedra, em 1929 deu-se início a construção e em 1931 a inauguração. Colaborou com a construção do Convento.

Frei José de Monsano foi primeiro pároco de Esplanada, o 1º frade doente a chegar para o “Hospício”; lutou com fervor e dedicação contra o flagelo da varíola. Dentre os inúmeros benefícios que trouxe para o município, conseguiu instalar 2 colégios: Maristas (1924) e Irmãs Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus; fundou o único leprosário da região. Frei Grabiel de Cagli liderou a construção do Convento com Frei Domingos de Pietrarrubia e Frei Caetano de Vilanati. Frei Gregório de San Marino liderou a construção do Hospital São Francisco e São Vicente. Frei Francisco Carloni participou ativamente da formação dos assentamentos do município e da construção da Creche Maria de Nazaré, dentre outros que colaboraram para o desenvolvimento educacional, religioso e social de Esplanada, cuidando da saúde do seu povo e construindo a história desta cidade.



O monumento foi criado para homenagear os frades Capuchinhos e está aberto para visitação diariamente

Praça Monsenhor Zacarias Luz, s/n Esplanada – BA – CEP: 48370-000
CNPJ: 13885231000171
© Todos os direitos reservados 2022